logotype

Ricardo Vignini

 

NA ZOADA DO ARAME - Ricardo Vignini Na Zoada do Arame é o primeiro CD instrumental do violeiro e guitarrista Ricardo Vignini, membro do grupo Matuto Moderno a 11 anos e contribui para o trabalho de diversos artistas..

 

Das 11 faixas 6 são autorais, 3 são parcerias com os músicos Índio Cachoeira, Woody Mann e Adriano Grineberg e apenas uma é de autoria de Fortaleza. Em todas as músicas Vignini toca ou sozinho ou com apenas um convidado. .

 

Com uma forte influência do blues devido a vivencia de Vignini com o gênero e a contribuição do gaitista Jefferson Gonçalves, o guitarrista Woody Mann e do pianista Adriano Grineberg. A música caipira raiz também está presente na faixa Proseando em parceria com o Índio Cachoeira e na polca paraguaia com o harpista Rogério Temporini dois instrumentos presentes também dão uma pitada de sonoridade indiana que é o violão slide e uma viola que foi feita sob encomenda chamada cabacítara construída pelo violeiro e luthier Levi Ramiro. .

 

O ano de 2005 está sendo de muito êxito para estes artistas em plena atividade, pois o hit "Jogo de Corpo", composição de Ricardo com ajustes de melodia de Flávio, gravado em voz e violão acústico, caiu nas graças da moçada, atravessou fronteiras e está ajudando a divulgar o trabalho desta dupla que também se apresenta em bares e casas noturnas que abrem espaço para a música sertaneja no estilo acústico, arrancando aplausos e marcando presença nos mais conceituados estabelecimentos, onde, sem dúvidas estão trilhando o caminho comum a todos os artistas que chegaram a um merecido sucesso.

 

Lançado pelo selo Folguedo, do próprio Vignini que a 7 anos vem produzindo trabalhos de música raiz caipira e conta com a distribuição da Tratore.

 Faixa a Faixa por Ricardo Vignini 1) Capuxeta (R. Vignini cebolão em D (DAF#DA) - viola dinâmica Del Vecchio, cavaquinho Malagoli e violão slide Gianninni. Toco essa música a muitos anos, Capuxeta é uma pipa feita de jornal muito comum na minha infância, quando pra se divertir a criança não precisava de computadores, etc. Se escreve "Capucheta" Mais como diria o Chuck Berry, foi eu que fiz a música e escrevo do jeito que eu quiser, rsrsrs

  

2) Alvorada (R. Vignini) cebolão em D viola caipira Saraiva e violão slide Gianninni , participação Zé Helder, viola caipira. É quase uma valsa, contei com a ajuda do violeiro e parceiro Zé Helder para dar um toque mineiro na harmonização.

  

3) Na Zoada do Arame ( R. Vignini) cebolão em F (FCAFC) viola dinânica Del Vecchio. Participação Jefferson Gonçalves gaita blues Conheci o Jefferson no Festival SESC in Blues em Rio Preto em 2008, de lá pra cá temos pensando em parcerias, essa foi a primeira.

  

4) Luar do Pantanal (Fortaleza) afinação rio abaixo G (DBGDG) viola Saraiva, viola elétrica Marcio Benedetti e João Scremin, participação Rogério Temporini harpa paraguaia Fortaleza era o Pai do Rogério Temporini, um dos pioneiros da harpa paraguaia no Brasil, chegou a fazer dupla com o Zé Carreiro, queria gravar uma polca paraguaia no CD por isso convidei o Rogério o qual fizemos um duo em 1999.

  

5) Pranayama (R.Vignini) rio acima C (ECGEC) viola dinâmica Del Vecchio, cebolão em D cabacítara Levi Ramiro, lap steel Sidney Blues Man C6 (GECAGECA) Pramayama é uma homenagem a pratica de yoga que tenho feito a pouco mais de um ano e meio que tem me ajudado a manter o equilíbrio entre corpo, mente e alma.

  

6) Proseando (Índio Cachoeira / R. Vignini) cebolão em Eb (EbBbGEbBb) viola dinâmica Luciano Queiroz. Participação Índio Cachoeira viola caipira Tinha que ter uma música com o violeiro que eu mais aprendi meu grande mestre, essa faixa começou a ser feita em uma passagem de som em 2009, ano que fizemos mais de 20 shows juntos.

  

7) Paz nos Pampas (R. Vignini) cebolão em D, viola caipira Saraiva Comecei a fazer essa música enquanto aguardava para entrar no ar em uma emissora de TV em Pelotas/RS junto com a cantora Kátya Teixeira, nessa viajem também conheci uma cidade chamada Pedro Osório, dediquei essa canção pra esse povo.

  

8) Do Velho Chico ao Mississipi (R. Vignini e Woody Mann) cebolão em D, viola caipira Saraiva. Participação Woody Mann violão Woody Mann é um bluesman de Nova York com quem eu tive o prazer de fazer 5 shows aqui no Brasil, é um americano com alma de violeiro.

  

9) Vendaval (R. Vignini) rio acima C viola dinânica Del Vecchio Composta em janeiro de 2010 sob os fortes temporais que a cidade de São Paulo sofreu nessa época, pra variar minha viola Del Vecchio que ganhei do Seu Oliveira do grupo Os Favoritos da Catira está presente.

  

10) Som de Chinfra - violão dinâmico Del Vecchio E aberto (EBAEBE) Gravei-a pela primeira vez no CD da minha banda de rock Cheap Tequila em 1998, resolvi fazer uma nova versão dela agora.

  

11) Mano a Mano (R. Vignini /Adriano Grineberg ) cabacítara Levi Ramiro cebolão D , viola caipira Saraiva. Participação Adriano Grineberg Piano O Adriano participou do primeiro CD do Matuto Moderno o Bojo Elétrico de 1999, de lá pra cá realizamos alguns trabalhos com outros artistas, essa faixa foi à primeira vez que tocamos juntos.

  

Preço R$ 25,00 (Frete incluso)

  

Para comprar fazer depósito na conta:

 

Ricardo Vignini Banco Itaú AG 0067 C/C 08585-2

  

Enviar o comprovante de depósito com o endereço para envio para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

2018  Casa dos Violeiros