logotype

A Casa dos Violeiros homenageando e
contando um pouco da história de seus moradores e visitantes.

Fabíola Mirella
Integrante do Grupo Violeiros Matutos

 

 

Desde criança sempre fui apaixonada por música.  Meu programa favorito da TV era o Viola Minha Viola que na época ia ao ar aos domingos apresentado por Moraes

 

Sarmento e Inezita Barroso. Lembro que pegava minha cadeirinha e minha violinha de brinquedo, me sentava bem em frente da televisão e dali ninguém me tirava. Aos 14 anos iniciei o curso básico de violão

popular. Com o passar do tempo e não demorou muito e vi realmente que a minha paixão além do violão era a viola caipira.

 

 

Tive dificuldades para encontrar a viola pra comprar, um professor pra ensinar então, nossa, nem se fala! O tanto que eu corri atrás e na época não achei de jeito nenhum! Foi quando através de uma revista que uma amiga me emprestou vi a reportagem falando sobre as fitas didáticas do Braz da Viola.

Mandei sem demora uma carta pra ele explicando minhas dificuldades e meu amor pela viola, foi então através do Braz que eu finalmente consegui comprar minha primeira viola. Participei da Orquestra de Viola de São José dos Campos regida pelo Braz durante um ano e meio, mas a dificuldade financeira não permitiu que eu ficasse mais na Orquestra e sai de lá no final do ano de 2000. Em 2001, entrei na ULM (Universidade Livre de Música) hoje o CEM – Centro de Estudos Musicais Tom Jobim.

Participei da Orquestra Paulistana de Viola Caipira de Fevereiro de 2001 à Agosto de 2003. Nesta minha trajetória toda vivi muito momentos felizes que sempre sonhei em viver.Conheci muita gente boa, muitos violeiros bons, participei de muitas festas e já viajei muito! E a riqueza maior que herdei de toda essa minha história foi que aprendi a me amar mais, encontrei o Deus que faltava dentro mim, aprendi a dar mais valor a minha família e aos meus amigos.

 

E hoje minha segunda família é o grupo do qual participo, Violeiros Matutos, essa matutada já me ajudou demais. E se hoje consegui chegar onde estou devo em primeiro lugar a Deus e a esses meus amigos-irmãos que caminham do meu lado e juntos formamos essa família matuta! Obrigado Deus por ser quem sou, obrigado por aqueles que passaram na estrada da minha vida, pois através deles, sem exceção,

aprendi tudo o que sei! Obrigado por aqueles que ainda virão, pois de alguma forma estarei aberta a aprender e a ensinar.

 

E mais ainda, obrigado por aqueles que permanecem comigo nesta caminha e que eles sempre possam estar comigo de alguma forma durante toda a eternidade, pois a vida é imortal e se renova a cada manhã!

www.violeirosmatutos.com
www.violeirosmatutos.com.br

DOWNLOAD DE SUCESSOS

Cadeira de Balanço (Autor: Fabíola Mirella)

2018  Casa dos Violeiros